De acordo com o subcomissário Hugo Abreu, da PSP, “sete adeptos foram detidos por posse de artefactos pirotécnicos, dois por injúrias e coação, um por especulação e ainda um por injúrias e agressão às autoridades”.

Além das detenções, foram levantados seis autos de notícias, três por venda irregular de bilhetes e três por bilhetes falsos.

Antes da partida registou-se ainda uma ação do Corpo de Intervenção da PSP no momento da chegada do grupo de adeptos do FC Porto, face à proximidade de adeptos do Benfica, criando um momento de tensão com o arremesso de objetos.

“Houve necessidade de efetuar uma manobra de dispersão”, referiu.

Com o Estádio da Luz a acolher 64.036 espetadores no jogo, a PSP reportou a presença de 3358 adeptos do FC Porto no recinto dos ‘encarnados’. Contudo, nem todos puderam ver o jogo desde o apito inicial, já que cerca de 300 adeptos portistas ainda se encontravam no exterior do estádio às 20:30.

“Houve dois autocarros com adeptos do FC Porto que avariaram e com isso atrasou a sua chegada ao estádio. A isso somou-se ainda a revista minuciosa para entrar”, explicou Hugo Abreu, à Lusa, acrescentando que após o apito final a saída dos espetadores “decorreu com toda a normalidade”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.