"O Dr. Paulo Gonçalves é funcionário do Benfica e a situação até ao momento não se alterou. Reconhecemos competência, dedicação e profissionalismo, tem estes três atributos. Mais nada tenho a dizer sobre esta matéria”, esclareceu o vice-presidente ‘encarnado' Varandas Fernandes, em conferência de impressa, realizada no Estádio da Luz, em Lisboa.

Recorde-se que o Ministério Público (MP) acusou dois funcionários judiciais, a SAD do Benfica e um colaborador de vários crimes, incluindo corrupção, favorecimento pessoal, peculato e falsidade informática, no caso "e-toupeira".

Visivelmente incomodado com o tema, o dirigente ‘encarnado' acabou por prestar total apoio a Paulo Gonçalves.

"Até prova em contrário, acredito na sua inocência. Não está julgado, está acusado. A justiça vai encarregar-se de apurar se tem ou não responsabilidade de ser acusado", frisou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.