Em nota publicada no site oficial, o Benfica informa que entregou um recurso no TAD “a impugnar a decisão e a requerer o decretamento de providência cautelar suspensiva dos efeitos do acórdão”, o que deverá impossibilitar o cumprimento da pena no próximo encontro no Estádio da Luz, com o FC Porto, em 07 de outubro.

“É convicção firme da Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD que a razão lhe assiste e que o TAD reconhecerá os fundamentos da sua defesa”, assinalou o Benfica, que já teve um primeiro recurso rejeitado pelo Pleno do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

A sanção, motivada por “reincidência no arremesso perigoso de tochas para o terreno do jogo”, em 21 de abril, no estádio do Estoril Praia, levou o clube ‘encarnado’ a suspender na terça-feira a venda de bilhetes para o jogo com o FC Porto, cujo início estava programado para o dia seguinte.

“Na expectativa de uma decisão favorável por parte do TAD e de modo a salvaguardar a possibilidade de realização do jogo aberto ao público, a Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD informa que irá iniciar hoje a venda de bilhetes para o mencionado encontro”, explicou.

Apesar de ter iniciado hoje a venda de bilhetes para o ‘clássico’ da sétima jornada da I Liga, o Benfica advertiu que “a realização ou não do jogo (...) está dependente da obtenção de decisão em tempo útil por parte daquele tribunal a decretar a suspensão dos efeitos da decisão proferida pela Federação Portuguesa de Futebol”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.