“Não posso deixar de lamentar o que aconteceu ontem [sexta-feira]. Creio que em 120 anos da história do clube nunca se viu situação como a de ontem. Lamento profundamente, acho que não é este o respeito que o nosso treinador merece”, começou por dizer Rui Costa.

O dirigente ‘encarnado’ lembrou o sucesso de Schmidt em época e meia, com um campeonato e uma Supertaça conquistados, ganhando tanto em época e meia quanto o clube alcançou nos últimos quatro anos.

“Percebo que estávamos a perder o jogo em casa e que haja um nervosismo diferente, mas considero completamente descabida a reação que o estádio teve ao nosso treinador, merece o nosso respeito e consideração, e a nossa credibilidade, por aquilo que tem feito ao longo deste ano e pouco ao serviço do Benfica, com um campeonato e Supertaça ganhos”, disse.

Rui Costa reagiu assim quando instado a comentar os incidentes no decorrer do jogo em casa com o Farense (1-1), da 13.ª jornada da I Liga, nomeadamente a contestação ao treinador por parte dos adeptos, que chegaram a atirar objetos na direção de Schmidt.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.