A cerimónia, que será apresentada pelo antigo futebolista e internacional marfinense Didier Drogba, decorrerá no Teatro do Châtelet, em Paris, num evento com início às 20:30 locais (19:30 de Lisboa).

Na ocasião será conhecido o vencedor da Bola de Ouro deste ano, depois de em 2020 não ter sido atribuída pela primeira vez desde a criação do prémio, em 1956, a distinção, devido às condições motivadas pela pandemia da covid-19.

Este ano o troféu regressa e entre as distinções a atribuir estão também a Bola de Ouro feminina, o troféu Copa para melhor jovem jogador e o prémio Yachine para o melhor guarda-redes.

A lista de nomeados para os diferentes prémios será divulgada em 08 de outubro, a partir das 17:30 (16:30 de Lisboa).

O internacional argentino Lionel Messi é o jogador com maior número de distinções, seis, em 2009 e 2019, e 2010, 2011, 2012 e 2015, quando o prémio foi entregue associado ao melhor jogador do mundo da FIFA.

Já o português Cristiano Ronaldo, tem cinco troféus, três com a France Football, em 2008, 2016 e 2017, e duas com o prémio em simultâneo com a FIFA, em 2013 e 2014.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.