Bruno de Carvalho foi suspenso por 113 dias e Octávio Machado por 75 dias, após deliberação do Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Na base deste castigo estão críticas feitas ao antigo presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, Vítor Pereira.

Escreve o MaisFutebol que o Conselho de Disciplina comunicou a decisão esta terça-feira, estando o presidente leonino suspenso até final da temporada, devido a três infrações de lesão da honra e reputação.

Já o diretor do Sporting Clube de Portugal, Octávio Machado, foi igualmente suspenso na sequência da queixa dos encarnados, durante um período de 75 dias, por duas infrações de lesão da honra e reputação.

Para além da suspensão, estende-se uma multa de 2869 euros para Bruno de Carvalho e 1913 euros para Octávio Machado.

Em maio de 2016, o Relatório Final de Inquérito elaborado pela Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) considerou infundada qualquer responsabilidade jurídico-disciplinar do treinador do Sporting, Jorge Jesus, bem como do presidente da assembleia geral, Jaime Marta Soares.

Por outro lado, a acusação contra a Sporting, SAD foi considerada prescrita.

[Notícia atualizada às 20:45]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.