“Desde o início da pandemia, o professor Queiroz e a sua equipa técnica, muito generosamente, revelaram disponibilidade junto da nossa direção para reduzir os seus salários. Para já não foi necessário, mas o gesto é de um grande cavalheiro”, elogiou o dirigente.

O presidente da FCF referiu que lidera uma “entidade sólida, mas não rica”, e contou que neste “difícil momento” já foi entregue aos clubes colombianos uma ajuda de cerca de 2,5 milhões de euros.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 54 mil. Dos casos de infeção, cerca de 200.000 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia, e o continente europeu é neste momento o mais atingido, com cerca de 560 mil infetados e perto de 39 mil mortos.

Em Portugal, que está em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 17 de abril, registaram-se 246 mortes e 9.886 casos de infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.