A equipa de Nuno Espírito Santo, que comanda o ‘Championship’, sofreu a sua quinta derrota em 34 jogos, no terreno do quinto classificado, o Fulham, que chegou ao intervalo já a vencer por 1-0, graças ao golo do jovem de 17 anos Ryan Sessegnon, aos 38 minutos.

Na segunda parte, a equipa da casa aumentou a vantagem pelo ponta de lança sérvio Aleksandar Mitrovic, aos 71 minutos, a confirmar um triunfo sem contestação.

Nuno Espírito Santo não pôde contar com o ex-portista Rúben Neves, por estar castigado, mas fez alinhar de início dois portugueses, Hélder Costa, que seria substituído aos 63 minutos por outro compatriota seu, Diogo Jota, e Ivan Cavaleiro, que alinhou durante os 90 minutos.

No ‘banco’ ficou ainda outro português, que não chegou a entrar em jogo, o central Roderick Miranda.

Não obstante a derrota, os ‘Wolves’ mantiveram a liderança com um avanço confortável sobre o segundo classificado, o Cardiff, nada mais de nove pontos, mas a equipa galesa recebe no domingo o Bristol City e, em caso de triunfo, reduzirá a vantagem do líder para apenas seis pontos.

O ‘Wolves’ é primeiro, com 73 pontos, seguido do Cardiff, que tem menos um jogo, com 64, do Aston Villa, terceiro, com 63, e do Derby County, quarto, com 60.

Quem se estreou a vencer foi o treinador José Morais, ex-adjunto de José Mourinho, à frente da equipa do Barnsley, que foi a Birmingham impor-se por 2-0, graças aos golos do jovem avançado escocês, de 21 anos, Oliver Mc Burney, aos 12 e 36 minutos, o qual ainda desperdiçaria um penálti aos 18.

José Morais pôde assim reparar a derrota que sofrera no seu primeiro jogo à frente do Barnsley, em casa, frente ao Burton, por 2-1, e somar três pontos que retiraram a equipa da zona de despromoção, ocupando agora o 21º lugar, com 31 pontos, um a mais justamente do que o Birmingham, primeira equipa situada abaixo da ‘linha de água’.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.