O camaronês Choupo-Moting, que tinha substituído o lesionado Cavani aos 14 minutos, abriu a contagem aos 50 minutos, com um golo em que evitou quatro defesas antes de rematar, estando depois envolvido no autogolo de Gonçalves, passados cinco minutos.

O argentino Di María, ex-Benfica, falhou um penálti aos 69 minutos, numa de várias defesas de Reynet, o melhor do Toulouse, antes de Choupo-Moting bisar aos 75.

O brasileiro Marquinhos marcou aos 83, após canto de Di María, e fechou a contagem para a equipa do alemão Thomas Tuchel, elevando o campeão em título, ainda sem o brasileiro Neymar, à terceira posição provisória, com seis pontos.

Antes, o Mónaco somou o primeiro ponto nesta edição, ao empatar a duas bolas com o Nimes, com golos do ex-Sporting Slimani e Ben Yedder, anulados no segundo tempo por Philippoteaux e Denkey, num jogo em que Gelson Martins e Adrien Silva foram titulares nos monegascos e Gil Dias suplente utilizado.

O Rennes venceu em casa do Estrasburgo por 2-0 e subiu à liderança do campeonato, com nove pontos em nove possíveis, sendo que Lyon e Nice, que jogam na terça e quarta-feira, respetivamente, ainda se podem juntar no topo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.