“O Valência decidiu, de acordo com as recomendações dadas pelas autoridades sanitárias regionais e nacionais, aplicar medidas preventivas, cancelando todos os atos, reuniões e encontros públicos em espaços fechados que representem risco para os jogadores, técnicos e funcionários do clube”, informa um comunicado publicado no sítio oficial do clube na Internet.

A habitual conferência de imprensa do treinador Albert Celades antes do encontro da liga espanhola, com o Bétis, “assim como todas as iniciativas prévias e posteriores” ao jogo de sábado, em Valência, estão entre os atos cancelados pela equipa dos portugueses Thierry Correia e Gonçalo Guedes.

Para cumprir as recomendações das autoridades sanitárias sobre medidas preventivas de contágio do coronavírus, o Valência, “em acordo com David Villa”, decidiu adiar o encontro de homenagem ao antigo jogador, previsto para se realizar antes da partida com o Bétis.

O Covid-19, detetado em dezembro na China e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou pelo menos 2.858 mortos e infetou mais de 83 mil pessoas, de acordo com dados reportados por meia centena de países e territórios.

Das pessoas infetadas, mais de 36 mil recuperaram.

Além de 2.788 mortos na China, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França, Hong Kong e Taiwan.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e alertou para uma eventual pandemia, após um aumento repentino de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.