“Não temos outra hipótese, somos obrigados a parar a nossa atividade e se existe uma lei geral temos de a utilizar”, adiantou à Lusa o presidente da SAD do emblema de Trás-os-Montes, Francisco José Carvalho.

O líder dos flavienses explicou que haverá “um corte de um terço do ordenado dos jogadores” e ainda que foi garantido o pagamento do mês de março “na íntegra”.

“A lei geral do ‘lay-off’ garante ordenados até aos 1.905 euros máximo, mas nós asseguramos a diferença até dois terços dos ordenados dos futebolistas”, realçou.

Sobre o facto de não haver uma decisão única de todos os clubes, Francisco José Carvalho explicou que o ‘lay-off’ tem um “enquadramento legal que não deixa as SAD’s de fora”.

O presidente da SAD do Desportivo de Chaves comunicou hoje aos atletas e restantes funcionários da SAD a decisão através de videoconferência e comunicou ainda a decisão à Liga e ao Sindicato dos Jogadores, acrescentou.

“Os jogadores continuam em casa, estão todos bem de saúde, felizmente, e também com as suas famílias. Transmiti-lhes que a prioridade é a saúde deles”, vincou.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 70 mil.

Dos casos de infeção, mais de 240 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 311 mortes, mais 16 do que na véspera (+5,4%), e 11.730 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 452 em relação a domingo (+4%).

Dos infetados, 1.099 estão internados, 270 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 140 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.