No entanto, a entidade que organiza o principal campeonato inglês não identificou quem testou positivo nem o clube que representam, também não especificando se se tratava de futebolistas ou funcionários.

Durante a semana, a ‘Premier League' decidiu testar 996 futebolistas e funcionários, o que corresponde a um aumento de 40 para 50 testes a cada clube em relação à primeira ronda.

Nesta, foram testadas 748 pessoas e registaram-se seis casos positivos para a covid-19 que integram os quadros de três clubes, estando todos eles em autoisolamento há sete dias.

Os clubes da I Liga inglesa de futebol regressaram aos treinos na passada terça-feira, com os jogadores integrados em pequenos grupos e com o distanciamento exigido pelas autoridades de saúde, naquele que foi o primeiro passo para o regresso da prova, suspensa devido à pandemia do coronavírus.

A Premier League foi interrompida no início de março devido à pandemia da covid-19, numa altura em que o Liverpool liderava a prova com mais 25 pontos do que o Manchester City, segundo classificado.

Devido à pandemia de covid-19, os campeonatos de França, Países Baixos, Bélgica e Escócia foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso gradual à competição, como Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, depois de a Liga alemã ter sido retomada em 16 de maio.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 339 mil mortos e infetou mais de 5,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de dois milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.