Sem revelar a nova data, o emblema minhoto revela o adiamento do encontro, “por determinação da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, na sequência de ‘indicação expressa’ por parte da delegada de saúde coordenadora do Agrupamento de Centros de Saúde Lisboa Ocidental e Oeiras”.

No mesmo comunicado, o Vizela acrescenta que a justificação para esta decisão ocorre porque “todos os elementos da Belenenses SAD estão em isolamento profilático no domicilio entre o dia 27 de novembro e 10 de dezembro”.

Devido a um surto do coronavírus SARS-CoV-2 que atingiu jogadores, treinadores e elementos da estrutura do clube - 13 dos quais infetados pela nova estirpe Ómicron -, o Belenenses SAD apresentou-se com nove jogadores no jogo com o Benfica, da 12.ª jornada da I Liga, no sábado [27 de novembro].

O encontro foi suspenso no início da segunda parte, aos 48 minutos, depois de os ‘azuis’ terem ficado sem o número mínimo de futebolistas legalmente exigido para o desenrolar de um jogo (sete).

Para a segunda parte do encontro, o Belenenses SAD regressou com apenas sete atletas, mas a lesão de mais um jogador originou o fim do encontro, que o Benfica vencia por 7-0.

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) sustentou a realização do jogo com a ausência de um pedido formal de adiamento, tendo, na segunda-feira, reunido a direção de emergência e avançado com uma participação para o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que já instaurou um processo com “natureza urgente”, para apurar responsabilidades.

Agora, após ter sido notificado do adiamento, o Vizela lamenta não ter sido contactado, de modo “formal ou informalmente”, por parte do emblema lisboeta “para solicitar o adiamento do jogo ou expressar qualquer tipo de constrangimento”.

O clube diz ainda “estranhar” a determinação das autoridades de saúde, questionando “a alteração de uma norma geral para o isolamento por testagem positiva, diferente do isolamento por contacto, algo que sugere um lapso de interpretação ou aponta ao condicionamento da política sanitária em vigor até aqui”.

O Vizela adverte que a comunicação “não corresponde na totalidade à verdade, pois nem todos os elementos da Belenenses SAD estão em isolamento desde 27 de novembro”, recordando que nesse dia foi disputado o bizarro embate com o Benfica, no Estádio Nacional, em Oeiras.

O clube minhoto exige que aplique “a mesma medida a todos os casos”, para “salvaguardar a verdade desportiva” da competição, acrescentando ter solicitado esclarecimentos à LPFP.

O encontro entre Tondela e Moreirense, também a contar para a 13.ª jornada da I Liga, que deveria ocorrer no sábado, foi adiado para 03 de janeiro de 2022, devido ao surto de covid-19 nos ‘beirões’, que solicitaram esta alteração à LPFP.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.