"A temporada 2019/20 acabou para nós, muito depois do normal, mas mais cedo do que esperávamos. Agora é tempo de refletir, tempo de analisar os altos e baixos, pois o pensamento crítico é a única forma de evoluir", escreveu o jogador na rede social Instagram, um dia depois da eliminação da Juventus nos oitavos de final da Liga dos Campeões.

O avançado internacional português deixou uma advertência, no dia em que Maurizio Sarri foi despedido do cargo de treinador: "Um clube enorme como a Juventus tem sempre de pensar e trabalhar como os melhores do mundo, por forma a podermos considerar-nos como um dos melhores e maiores do mundo".

Cristiano Ronaldo reconheceu que, a nível individual, conseguiu atingir metas que o animam a continuar ao mais alto nível e à procura de novos recordes. "Ganhar a Série A de novo, num ano tão difícil, é algo de que nos devemos orgulhar. Pessoalmente, marcar 37 golos pela Juventus e 11 pela seleção é algo que me permite encarar o futuro com uma ambição renovada e o desejo de continuar a melhorar a cada ano".

"Mas os fãs pedem mais, esperam mais de nós. E nós temos de lhes dar isso. Temos de saber lidar com as maiores expectativas. Que estas pequenas férias nos permitam tomar as melhores decisões para o futuro e voltar mais fortes e mais comprometidos do que nunca", termina a nota de fim de época de 'CR7'.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.