A equipa de Luís Castro, que inaugurou cedo o marcador, aos 13 minutos, pelo médio Sami Al Naji, sentiu mais dificuldades do que o resultado deixa transparecer e só na segunda parte conseguiu resolver o jogo, graças a dois golos de Cristiano Ronaldo (77 e 80).

O segundo deles fez levantar os adeptos do Al-Nassr nas bancadas, na sequência de uma saída da baliza do guarda-redes do Al-Akhdoud, que se antecipou ao médio Abdulmajeed Al Sulaiheem, mas a bola foi parar ao peito de Cristiano Ronaldo, que a dominou e aplicou um ‘chapéu’ a trinta metros da baliza.

O avançado português teve de aplicar um ‘chapéu’ bastante alto, para evitar que a bola batesse no guarda-redes do Al-Akhdoud, que procurou em desespero ‘fazer a mancha’ a Ronaldo, mas nem isso evitou a trajetória certeira do remate.

Quem também teve um papel influente na vitória do Al-Nassr foi o internacional português Otávio, que foi titular e substituído muito perto do apito final, aos 88 minutos, por Ali Al Hassan.

Com mais este dois golos, Cristiano Ronaldo consolidou a liderança da lista dos melhores marcadores, agora com 15 marcados, mais cinco do que o seu mais direto perseguidor, o ponta de lança sérvio Aleksandar Mitrovic, do Al-Hilal, com 10, e mais sete do que o terceiro e quarto classificados, o francês Karim Benzema, do Al-Ittihad, e o brasileiro Anderson Talisca, do Al-Nassr, ambos com oito.

O Al-Hilal, treinado pelo português Jorge Jesus, lidera com 35 pontos (13 jogos), perseguido pelo Al-Nassr, com 34 (14), duo que já cavou um ‘fosso’ para o terceiro classificado, o Al-Ahli, com 26 (13) e o Al-Ittihad, atual campeão, com 25 (14).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.