Sunderland, que liderava o rali, caiu na parte final do troço cronometrado da etapa, um circuito em San Juan de Marcona, e foi evacuado de emergência depois de ter sofrido uma lesão traumática na zona lombar.

Depois de ter vencido a terceira etapa, Sunderland partiu hoje como um dos pilotos encarregados de abrir a rota da quarta etapa, considerada a mais exigente das cinco que decorrem no deserto do Peru, com quase 100 quilómetros seguidos em duna, um dos trechos arenosos mais longos da história da prova.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.