Paulo Gonçalves foi um dos pilotos apresentados pela estrutura oficial da marca nipónica no salão internacional de Milão, o EICMA, que revelou, também, a nova versão da mota que em 2019 irá lutar pela vitória na maratona sul-americana.

"Trabalhámos muito durante o ano para melhorar alguns aspetos importantes numa prova como o Dakar, nomeadamente a fiabilidade, e estamos muito satisfeitos com o resultado", revelou o piloto português, natural de Esposende.

Paulo 'Speedy' Gonçalves, como é conhecido na competição, adiantou ainda que a mota recebeu melhorias na suspensão e no motor, "que melhoram muito o rendimento". "Foram pequenas melhoras em diferentes pontos que nos permitem estar mais cómodos, ir mais rápidos nas pistas e, também, com mais segurança", sublinhou o piloto português, que irá competir com o número 2 na sua CRF450 Rally.

"A equipa trabalhou muito durante o ano para nos entregar uma mota capaz de lutar pela vitória em todas as etapas", concluiu.

Além do piloto de Esposende, Portugal faz-se representar no Dakar com mais sete 'motards'. Joaquim Rodrigues Jr., Mário Patrão, David Megre, Fausto Mota, António Maio, Sebastian Bühler e Miguel Caetano são os outros inscritos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.