Tanäk, que liderou desde a segunda de 22 especiais da prova finlandesa, concluiu a corrida em 2:24.04,6 horas, deixando o líder do campeonato, Kalle Rovanperä, a 6,8 segundos, com o finlandês Esappekka Lappi (Toyota Yaris) a ser terceiro, a 1.20,7 minutos.

“Devo esta vitória à minha mulher, que me tem apoiado nestes tempos difíceis. Estou muito orgulhoso dela”, frisou Tänak, no final.

O piloto estónio conquistou aqui a segunda vitória da temporada em oito provas disputadas, depois de já ter vencido o Rali da Sardenha.

Hoje, começou a ganhar 1,9 segundos a Rovanperä na primeira das quatro especiais do dia mas, a partir daí, o finlandês, de 21 anos, partiu ao ataque e venceu os três troços seguintes, incluindo a ‘power stage’ final, mas só conseguiu recuperar cerca de quatro segundos.

“Claro que foi um bom fim de semana. Gostaria de ter vencido em casa, mas se olharmos para a situação, acho que não estive nada mal, considerando que tive de abrir a estrada na sexta-feira”, comentou Rovanperä, que dilatou ainda mais a vantagem na frente do Mundial.

Com a vitória na Finlândia, Tänak saltou para o segundo lugar do campeonato, ultrapassando o belga Thierry Neuville (Hyundai i20), que não foi além do quinto posto final.

Rovanperä tem, agora, 198 pontos, contra os 104 de Tänak e os 103 de Neuville.

A próxima ronda será o Rali de Ypres, na Bélgica, de 18 a 21 de agosto.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.