O rigoroso protocolo sanitário que permitiu à 'Bundesliga' retomar a competição, mais de dois meses após ter sido suspensa em março devido à pandemia da covid-19, fez ecoar pelos estádios o barulho de cada passe ou pontapé na bola.

O palco foi o relvado em cada um dos cinco jogos que abriram a 26.ª ronda, mas os sons pareciam de pavilhão: a cada grito de um treinador, ao barulho da instalação sonora – audível no primeiro golo deste regresso -, ou às trocas de palavras entre jogadores.

Em Dortmund, com a equipa da casa a ter algumas baixas importantes, como Witsel ou Emre Can, fisicamente indisponíveis, e Jadon Sancho no banco, foram vários os jogadores que brilharam no dérbi.

A começar por Raphael Guerreiro, com dois golos em quatro remates. O português fez o 2-0 aos 45 minutos, a terminar a primeira parte, e o 4-0 final aos 63, numa boa combinação com o norueguês Haaland.

O avançado norueguês, jogador sensação do Dortmund, despediu-se em março a marcar, no campeonato e na Liga dos Campeões, e hoje foi o primeiro a colocar a bola no fundo das redes, ao fazer o 1-0, o primeiro golo nos cinco jogos do início da tarde.

Contratado no mercado de inverno ao Salzburgo, em 11 jogos pelo Borussia o avançado norueguês já marcou 12 golos, nove dos quais na Liga alemã, numa goleada em que Thorgan Hazard fez o terceiro golo, e Julian Brandt esteve em dois golos.

O triunfo deixa o Dortmund a um ponto do líder e heptacampeão Bayern Munique, que tem o seu regresso na 'Bundesliga' agendado para domingo, quando visitar o Union Berlim (12.º classificado).

O Leipzig saiu com um empate na ronda, num jogo em que o Friburgo marcou por Manuel Gulde, aos 34 minutos, Poulsen ainda empatou aos 77, e no qual os visitantes ainda tiveram um lance invalidado, já nos descontos, por fora de jogo.

O regresso foi de ‘festa’ para outros visitantes, no caso o Wolfsburgo e o Hertha Berlim, que venceram nas visitas ao Augsburgo (2-1) e Hoffenheim (3-0), respetivamente, enquanto Fortuna Dusseldorf e Paderborn terminaram empatados sem golos.

A Liga arrancou com a possibilidade de se realizarem cinco substituições em cada jogo - utilizada hoje pelo Schalke, Paderborn e Hertha Berlim -, devido à longa paragem que os jogadores enfrentaram, e sem a obrigatoriedade de máscara para os treinadores.

André Silva marca no Frankfurt, mas Moenchengladbach vence

O Borussia Moenchengladbach subiu hoje ao terceiro lugar no reatamento da Liga alemã de futebol após a paragem devido à covid-19 com triunfo por 3-1 em Frankfurt, beneficiando do empate do Leipzig na 26.ª jornada.

Num estádio de bancadas vazias, o internacional português André Silva entrou no segundo tempo para o Eintracht Frankfurt e até marcou, aos 81 minutos, em remate cruzado, contudo a sua equipa já perdia por três golos e não foi suficiente para evitar a derrota, que começou logo aos 40 segundos, com tento do francês Alassane Pléa.

Aos sete, foi a vez de o compatriota Marcus Thuram ampliar para 2-0, com desvio fácil na pequena área, sendo que o encontro ficou sentenciado aos 73, com penálti do argelino Ramy Bensebaini, minutos depois de Pléa atirar ao poste.

O Moenchengladbach soma agora 52 pontos, mais um do que o Leipzig, que cedeu empate caseiro 1-1 com o Friburgo, a dois do Borússia Dortmund e a três do Bayern Munique, que no domingo visita o Union Berlim.

(Notícia atualizada às 20:39)

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.