Académica, Académico de Viseu, Casa Pia, Cova da Piedade, Desportivo de Chaves, Farense, Leixões, Nacional, Oliveirense, Penafiel, Sporting da Covilhã e Vilafranquense são os subscritores do comunicado que agradece ao dois dirigentes e também “aos clubes da I Liga que mostraram solidariedade”.

“Situações extremas exigem respostas prontas e equilibradas, porque só assim se consegue superar as dificuldades e vencer os desafios. É o que está a acontecer agora com o futebol português, pelo mérito da intervenção do presidente da FPF, Fernando Gomes”, lê-se no comunicado divulgado por alguns dos signatários.

Nesta mensagem, 12 dos 18 emblemas do segundo escalão referem que “foi graças ao seu empenho na salvação do futebol português, à forma célere e enérgica das suas ações e à solidariedade com os clubes em geral e, em particular, com os clubes da II Liga, que se criaram condições que nos permitem enfrentar uma situação extrema de uma forma mais segura e protegida”.

Na sexta-feira, a FPF disponibilizou um milhão de euros aos clubes da II Liga, antecipando as verbas para o fundo de financiamento para infraestruturas da próxima temporada, que, excecionalmente, pode ser usado para outros fins, segundo confirmou à Lusa fonte ligada ao processo.

“A Fernando Gomes fica, assim, registada a nossa gratidão por tudo o que fez pelos clubes do futebol profissional português. Não podemos ainda esquecer os esforços realizados pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), pois, acreditamos que Pedro Proença tudo tem feito e fará na procura do maior consenso possível”, remata o comunicado.

A II Liga foi suspensa por tempo indeterminado em 12 de março, devido à pandemia de covid-19, após 24 das 34 jornadas, tendo o Governo excluído o regresso desta competição, no plano de desconfinamento apresentado na quinta-feira.

Na altura da suspensão, Nacional e Farense ocupavam os dois lugares de subida na II Liga, com os madeirenses no primeiro lugar, com 50 pontos, mais dois do que os algarvios.

Feirense, Estoril Praia, Mafra e Varzim, que ocupavam as posições entre o terceiro e o sexto lugares do campeonato à data da suspensão, após 24 das 34 jornadas, não terão subscrito o mesmo documento. A II Liga é ainda disputada pelas equipas B de Benfica e FC Porto.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.