“Nesta altura, quem toma as decisões expõe-se às críticas e nós estamos preparados para isso, mas não era assim que gostávamos de encerrar a época, que culminou com um erro premeditado e em que o objetivo era, claramente, que o Benfica não fosse campeão”, começou por julgar o técnico das ‘águias’, aludindo ao golo anulado ao Benfica no jogo diante do Sporting (5-5) na última jornada do campeonato.

À mesma hora que a formação da Luz deveria disputar a ‘final four’ da Taça de Portugal da modalidade, frente ao campeão nacional FC Porto, o Benfica boicotou a sua presença em forma de protesto, agendando um treino aberto aos adeptos ‘encarnados’.

A presença dos cerca de 1000 espetadores no pavilhão fidelidade, foi, para Pedro Nunes, um “reconhecimento a uma equipa que tudo fez para que o final tivesses sido diferente”, mostrando-se também “orgulhoso” por um número tão elevado num treino.

Relativamente à semana de trabalho com a sua equipa, o treinador do Benfica confessou que “não foi fácil”, porém sublinhou que os jogadores “têm que estar mais fortes e unidos como nunca”.

“Não foi uma semana fácil. O nosso estado anímico e psicológico não foi fácil de gerir durante a semana. Sentimos que perdemos um título com uma tremenda injustiça, mas a vida continua. Demos força uns aos outros e temos que continuar. Foi um misto de emoções e agora temos que ser mais fortes para superar tudo isto”, lamentou.

A terminar, Pedro Nunes deixou um recado aos “órgãos de decisão” e lembrou que o Benfica trabalhou em prol da modalidade.

“O Benfica tem provas e vai mostrar dentro em breve que tudo o que o fez foi a pensar no hóquei em patins e não em si próprio. Infelizmente, temos pessoas nos órgãos de decisão que não querem ouvir e acham que estão no caminho certo, por achar que basta ter jogadores de grande qualidade para ser o melhor campeonato do mundo”, concluiu.

Os ‘encarnados’ queixam-se de um golo anulado nos segundos finais do encontro com o Sporting (5-5), que poderá ter tirado o título ao Benfica.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.