A partir deste domingo, dia em que, oficialmente, a embaixada dos Estados Unidos da América se muda de Tel Aviv para Jerusalém, o clube de futebol israelita Beitar Jerusalem muda de nome. Uma mudança que pretende honrar a "decisão corajosa" tomada pelo presidente norte-americano Donald Trump.

Por isso o clube passar-se-á a chamar: Beitar Trump Jerusalem.

A decisão tomada pelo presidente do clube, o proprietário Eli Habib, e o chefe-executivo Eli Ohana, foi anunciada através do Facebook oficial do clube onde é explicada a mudança: "Há 70 anos que Jerusalém aguardava pelo reconhecimento internacional, até que Donald Trump, numa decisão corajosa, reconheceu Jerusalém como a eterna capital de Israel. O Presidente Trump mostrou coragem e verdadeiro carinho pelo povo israelita e pela sua capital, e agora outros países estão a seguir o exemplo reconhecendo a Jerusalém a sua verdadeira posição".

Fundado em 1936, o Beitar soma no seu currículo seis campeonatos israelitas, sete Taças de Israel e dois títulos da segunda divisão israelita.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.