O ex-avançado luso, que morreu em 2014 aos 71 anos, vai ser imortalizado no museu inglês juntamente com outras ‘lendas’ como Alfredo Di Stéfano, Jimmy Greaves, Dennis Law e Paolo Maldini.

“O antigo jogador é considerado, pelo Museu Nacional do Futebol, um dos melhores jogadores da década de 1960, muitas vezes apelidado por Pelé da Europa. É realçado, igualmente, o facto de ter terminado a carreira nas ‘águias’ (1960-1975) com uma média superior a um golo marcado por jogo (614 jogos/638 golos). Na Luz, conquistou uma Taça dos Clubes Campeões Europeus, 11 campeonatos nacionais e cinco Taças de Portugal”, refere o Benfica.

Com a seleção nacional, Eusébio teve o seu melhor desempenho precisamente em Inglaterra, no Mundial1966, tendo ajudado Portugal a alcançar o terceiro lugar com nove golos, tornando-se no melhor marcador da competição.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.