O corpo do antigo jogador de futebol Andrea La Rosa foi encontrado na mala de um carro em Milão, cerca de um mês depois de ter sido dado como desaparecido.

Segundo o jornal Corriere della Sera, as autoridades locais detiveram Raffaele Rullo e a sua mãe, Antonietta Biacaniello, que confessaram matar La Rosa por não quererem saldar uma dívida com o jogador. Para ocultar o corpo revelaram que tentaram, ainda que sem sucesso, dissolver o cadáver com ácido.

Raffaele e Antonietta foram detidos, junto da cidade de Varedo, quando estavam a tentar descartar o corpo do ex-jogador. Agora, ambos vão responder por homicídio e ocultação de cadáver.

Andrea La Rosa tinha sido visto pela última vez no dia 14 de novembro, na apresentação do novo técnico do Brugherio. O italiano foi jogador de clubes das divisões inferiores em Itália. Após ter-se aposentado, o ex-atleta assumiu o cargo de diretor desportivo do Brugherio, clube da cidade de Monza.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.