“A ‘tripla coroa’ continua a ser um objetivo muito atrativo, que só um homem na história conseguiu [o britânico Graham Hill]. Também estou a tentar ganhar o Mundial de resistência e já tenho o Mundial de Fórmula 1″, disse Alonso.

O piloto espanhol, que venceu a prova francesa de automobilismo de resistência ao volante de um Toyota e numa equipa composta pelo suíço Sébastien Buemi e pelo japonês Kazuki Nakajima, admitiu estar a viver um dia histórico.

“É certo que quando vences em Le Mans e só te falta uma para a conquistar [a tripla coroa], ficas tentado. Tenho de pensar depois do verão”, disse o piloto espanhol, mostrando-se orgulhoso por conseguir adaptar-se a vários tipos de carros.

Na sua estreia nas 24 Horas de Le Mans, Alonso tornou-se no sexto piloto a conquistar duas vezes o Grande Prémio do Mónaco (2006 e 2007) e esta prova de resistência, depois de Tazio Nuvolari, Maurice Trintignant, Bruce McLaren, Jochen Rindt e Graham Hill (que venceu ainda as 500 milhas de Indianápolis).

No ano passado, Fernando Alonso, campeão do mundo de Fórmula 1 em 2005 e 2006, liderou as 500 milhas de Indianápolis durante 27 voltas, mas foi forçado a abandonar a 21 voltas do final, devido a um problema no motor.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.