O defesa central dos insulares, que falava à imprensa na zona mista no Estádio José Alvalade, em Lisboa, mostrou-se triste com o lance e frisou que tudo ficou sanado com Wendel, com quem trocou a camisola no balneário, após o jogo da primeira jornada do grupo D da Taça da Liga, que terminou com a vitória do Sporting (3-1).

"Foi uma entrada que acontece. Foi um lance muito rápido. Fui até ao balneário pedir desculpa ao Wendel. Não foi intencional. Wendel está bem. Está com um pouco dorido", disse Lucas Áfrico, mostrando a camisola que lhe tinha sido dada pelo compatriota.

Lucas Áfrico foi expulso pelo árbitro bracarense Manuel Mota decorria o minuto 90+5 depois de atingir Wendel com no peito com um pé, quando o Marítimo perdia por 3-1. Wendel foi assistido no terreno, tendo saído pouco depois pelo próprio pé até à linha lateral.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.