O programa estará à disposição das 211 federações membro da FIFA ou de quem trabalhe ou exerça funções de voluntariado no desporto profissional ou de base.

“Como parte do meu compromisso em erradicar o assédio ou abuso no desporto, damos hoje um novo importante passo, com o lançamento do diploma FIFA Guardians, que salvaguarda a proteção de menores no desporto”, adiantou o presidente da FIFA.

Gianni Infantino reiterou a importância de profissionalizar o papel destes ‘guardiões’.

“Todas as pessoas que joguem futebol, ou pratiquem qualquer outros desportos, têm o direito a ter um ambiente seguro, de bem-estar, em especial as crianças”, justificou.

O ex-futebolista Rio Ferdinand é um dos ‘embaixadores’ da FIFA em relação à importância do programa agora lançado e que terá cinco cursos online, o primeiro no final de fevereiro, na formação dos ‘guardiões’.

“Vamos terminar com o abuso de crianças no desporto. O FIFA Guardians é um programa essencial de salvaguarda, para qualquer pessoa que trabalhe ou seja voluntário no futebol”, sublinhou o antigo defesa central.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.