“Não sonho com nenhuma outra equipa. Estou na minha equipa de sonho”, escreveu o piloto inglês no Instagram. “Não me quero mudar, estou com as pessoas que tomaram conta de mim desde o primeiro dia”, acrescentou.

Em fevereiro surgiram rumores de negociações com a Ferrari, depois de o britânico ter dito que ainda não tinha discutido a prorrogação com o construtor germânico.

O presidente da Ferrari, Louis Carey Camilleri, chegou a afirmar-se “lisonjeado” por Hamiltom ter aceitado falar com a ‘Scuderia’, no final do último ano, mas o cenário de transferência perdeu peso quando o alemão Sebastian Vettel, quádruplo campeão do mundo – também em fim de contrato – assumiu a vontade de continuar.

“O que estiver no contrato dependerá do que convier a mim e à equipa. Em termos de duração, normalmente os contratos que assinei eram de três anos, no passado”, explicou Vettel.

O outro Ferrari no Mundial de Fórmula 1 é pilotado pelo monegasco Charles Leclerc, que tem contrato até 2024.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.