A seleção gaulesa, liderada por Nikola Karabatic, autor de seis golos, não desiludiu o seu público e confirmou o estatuto de favorita a erguer o troféu na final disputada com a Noruega, que procurava o seu primeiro título.

Apesar da diferença de sete golos no resultado final (33-26), o encontro chegou ao intervalo com a França a vencer pela margem mínima de um golo, 18-17, após ter recuperado de uma desvantagem que chegou aos três, 14-11, aos 22 minutos.

Nikola Karabatic, com seis golos, foi o principal marcador da final do Mundial2017, seguido de perto dos seus compatriotas Kentin Mahe, Michael Guigou e Valentin Porte, todos com cinco.

Na seleção da Noruega, Kent Robin Tonnesen, com cinco golos, foi o jogador mais concretizador, seguido de Bjarte Myrhol, Kristian Bjornsen e Espen Lie Hansen, todos com quatro.

O equilíbrio registado na primeira parte foi desfeito logo no início da segunda, em que a França, com um parcial ‘demolidor’ de cinco golos marcados e apenas um sofrido, se colocou a vencer por 23-18.

Apesar da reação norueguesa, que ainda encurtou a diferença para três golos, aos 25-22, a França foi aumentando progressivamente a vantagem, que chegou aos oito aos 32-24, para fechar com 33-26.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.