No futebol são 6.020 as atletas inscritas e no futsal 4.008, informou a FPF, acrescentando existir um “crescimento sólido”, com o número de praticantes a quase duplicar ao longo da última década.

Em dezembro de 2010 os números situavam-se nas 5.406 e em 2019 atingem as 10.028 federadas.

“A verdade é que nunca houve tantas meninas e mulheres a praticar futebol e futsal no nosso país. E a margem de crescimento é imensa, com mais clubes a mostrarem interesse na criação de equipas femininas, um pouco por todo o país”, disse Mónica Jorge, diretora da FPF para o futebol feminino.

A responsável federativa salientou tratar-se de uma evolução “muito sustentada”, com oito em cada dez jogadoras em idade sub-23 e com um aumento de mais de 70% no número de praticantes entre as sub-11 e as sub-19.

“Neste escalão, o arranque de uma nova competição, a Liga sub-19, é mais um sinal da evolução no setor feminino. Todos estes indicadores são muito bons para o futuro da modalidade”, acrescentou Mónica Jorge.

Em declarações à assessoria da FPF, a dirigente disse ainda estar convicta de que visibilidade atual do futebol e futsal, bem como os bons resultados das seleções femininos “podem ajudar a mobilizar cada vez mais atletas”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.