Landa foi o mais forte dos fugitivos, cumprindo os 191 quilómetros entre San Candido e Piancavallo, em 04:53.00 horas, e ‘condenando’ o português Rui Costa (UAE Team Emirates) a ser pela terceira vez segundo, a 01.49 minutos, com o francês Pierre Rolland (Cannondale-Drapac) a ser terceiro, a 01.54.

Depois de nove dias vestido de rosa, o holandês Tom Dumoulin (Sunweb) perdeu tempo para toda a concorrência e entregou a liderança da Volta a Itália a Nairo Quintana.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.