Na reunião com o presidente Frederico Varandas, o grupo de 13 sócios, entre os quais alguns ex-dirigentes do clube de Alvalade, deu "uma palavra de conforto" e de apoio à direção, segundo revelou, no final do encontro, o presidente do Grupo Stromp, Tito Arantes Fontes.

"Este empréstimo obrigacionista é uma questão essencial para o futuro do clube. Apelamos a todos os sócios e simpatizantes do Sporting para uma adesão em massa nos balcões de todos os bancos deste país. Têm até quinta-feira para o fazer e o montante mínimo de subscrição é 100 euros", transmitiu aos jornalistas.

Ainda assim, Tito Arantes Fontes recusou qualquer "desespero" neste apelo e assegurou que a situação financeira do clube "não é complicada".

"A situação financeira está melhor do que estava há uns anos e bem melhor do que quando se fez o lançamento do último empréstimo obrigacionista, há três anos. As grandes preocupações económico-financeiras do clube estão controladas", referiu, assegurando ainda que "o Sporting tem sempre soluções para situações que venham a correr mal".

De resto, Tito Fontes salientou que a banca não tem razões para criar obstáculos nesta operação: "Somos mais de três milhões de sócios e simpatizantes do Sporting. A banca só pode estar confortada por, num país de 10 milhões de pessoas, ter um terço que apoia o Sporting."

Na reunião com a direção liderada por Frederico Varandas estiveram presentes os ex-presidentes José Roquette e Filipe Soares Franco, além de Júlio Rendeiro, Ernesto Ferreira da Silva, Francisco Soares dos Santos, Agostinho Abade, Miguel Ribeiro Telles, João Torres, Carlos Barbosa da Cruz, Jaime Ayash, Tito Fontes, Paulo Abreu e Aureliano Neves.

O empréstimo obrigacionista de 30 milhões de euros (ME) emitido pela Sporting Futebol, SAD tem uma duração de três anos. A subscrição arrancou há precisamente uma semana, no dia 12, e termina na quinta-feira, dia 22.

No prospeto é revelado que a SAD leonina vai pagar 5,25% de juros pela emissão de 30 ME de obrigações, devendo o empréstimo ter uma duração de três anos, com o reembolso a ser efetuado ao valor nominal, de uma só vez, em 26 de novembro de 2021.

A Sporting SAD tinha anunciado em 26 de outubro estar a proceder à estruturação e montagem de um novo empréstimo obrigacionista de 30 milhões de euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.