Uma semana depois de colocar um fim à série invicta do líder Manchester City, com uma vitória por 4-3 em Anfield Road, o Liverpool perdeu por 1-0 na visita ao Swansea, comandado pelo português Carlos Carvalhal, no encontro que fechou a 24ª jornada da Premier League.

Se os reds haviam vencido os galeses por 5-0 no encontro do Boxing Day, um mês depois a equipa do técnico alemão Jürgen Klopp mostrou outra versão e caiu graças ao golo de Alfie Mawson, aos 40 minutos do primeiro tempo, na sequência de um pontapé de canto, que se seguiu de uma disciplina defensiva notável por parte dos swans.

A lição ia, portanto, estudada, revela Carlos Carvalhal. "Disse aos meus jogadores que o Liverpool era uma equipa de topo, muito forte, um Fórmula 1. Mas se pusermos um carro de Fórmula 1 no meio do trânsito de Londres ele não anda lá muito rápido", disse o português à Sky.

"Foi isso que tentámos fazer: obrigar o Liverpool a jogar de uma forma que não gosta", disse o timoneiro do Swansea. "Não é exatamente a maneira como preferimos jogar, mas dadas as circunstâncias, ganha 1-0 a uma equipa como o Liverpool e conseguir os pontos foi bom", confessou.

A vitória de hoje é a segunda do Swansea sob o comando de Carlos Carvalhal, que iniciou no final de dezembro a sua primeira experiência na ‘Premier League’, após duas épocas e meia ao serviço do Sheffield Wednesday, do ‘Championship’, segundo escalão do futebol inglês.

Apesar da vitória de hoje, o Swansea permanece em 20.° e último lugar do campeonato inglês, mas agora com os mesmos 20 pontos do que o West Bromwich, 19. °, e com menos dois pontos do que o Southampton. Mas Carvalhal garante que a história dos swans no campeonato está longe de estar escrita: "Estamos a respirar. Ainda não estamos fora do hospital, mas já não estamos nos cuidados intensivos. Já podemos receber visitas", rematou o técnico.

O Liverpool soma a terceira derrota da época e mantém-se na quarta posição com 47 pontos, que são também sinónimo de qualificação para a Liga dos Campeões. Por outro lado, vê o quinto classificado, o Tottenham, mais perto, a apenas dois pontos de distância.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.