“Messi é jogador do FC Barcelona. Tenho imensa gratidão pelo que o FC Barcelona fez por mim como jogador e como treinador. Deu-me absolutamente tudo. Por isso, como adepto, o que eu quero é que Messi termine a carreia no FC Barcelona. Acho que já disse isso talvez mil vezes”, afirmou Guardiola, em conferência de imprensa.

Durante a semana, o treinador de 49 anos renovou com o Manchester City até 2023, situação que levou a imprensa inglesa a apontar que a sua continuidade no clube é um sinal de que Messi, que está em final de contrato com o emblema catalão, vai chegar aos ‘citizens’ na próxima temporada.

“Sei que ele [Messi] termina contrato e não sei que o vai acontecer na sua cabeça. O mercado de transferências será em junho, julho. Nós temos metas incríveis que queremos alcançar. E, sobre isso, não posso dizer mais nada”, referiu.

Guardiola, que atuava com médio, fez grande parte da carreira no FC Barcelona, clube em que se formou, e, como treinador, passou quatro temporadas no comando dos catalães, entre 2008 e 2012.

Desde 2016, o técnico espanhol lidera o Manchester City, clube em que atuam os portugueses Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva e que esta temporada é rival do FC Porto no Grupo C da Liga dos Campeões.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.