Desde o dia 29 de agosto de 1979, quando Nené assinou um hattrick na receção ao Vitória de Setúbal (5-1), na jornada inaugural do campeonato nacional, que um jogador do SL Benfica não marcava três golos no primeiro jogo oficial da época.

Esta terça-feira, o jovem Gonçalo Ramos colocou por três ocasiões a bola no fundo da baliza do Midtjylland, defendida pelo islandês Olafsson, em jogo da primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, pondo fim a 42 anos de primeiros encontros em que nenhum jogador levou a bola para casa - como é apanágio quando um atleta assina um hattrick.

A exibição individual do internacional português pelas camadas jovens valeu aos encarnados uma vitória por 4-1 no primeiro encontro da temporada. O avançado marcou aos 17, 33 e 61 minutos, com o argentino Enzo Fernández a estrear-se oficialmente pelos 'encarnados' com um golo, aos 40, tendo Sisto reduzido, aos 78, de grande penalidade.

Gonçalo Ramos começou a época da melhor forma possível, tendo a nível pessoal tornado-se no terceiro jogador das águias mais novo de sempre a marcar um hattrick em provas da UEFA, apenas atrás de Eusébio e João Félix.

O avançado consegue assim dar continuidade à pré-época em que já tinha somado três golos e uma assistência em quatro jogos, solidificando a sua posição como principal opção no centro do ataque do treinador Roger Schmidt.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.