O clube sublinha que a medida "aplica-se tanto aos adeptos do Hertha como dos visitantes", que pretendam levar bandeiras para o estádio Olímpico de Berlim. "A medida aplica-se de imediato, até nova ordem", realça-se.

Haverá medidas de segurança acrescidas para garantir que a proibição é aplicada e o Hertha pede aos adeptos que vão assistir ao jogo contra o Leipzig, no sábado, que cheguem cedo.

No passado sábado um grupo de adeptos do Hertha entrou em confrontos com a polícia, antes do jogo disputado em Dortmund. Segundo a imprensa, seriam cerca de 100 adeptos os envolvidos, numa situação que originou vários feridos a precisar de assistência disciplinar.

Na ocasião, Michael Preetz, diretor geral do Hertha, criticou o que considerou ser a "intervenção excessiva" da polícia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.