Os transmontanos, que desperdiçaram uma vantagem de dois golos e falharam uma grande penalidade no último lance do desafio da 33.ª jornada, estão agora no terceiro lugar com 64 pontos, menos dois do que o líder, Rio Ave, e menos um do que o segundo, Casa Pia.

Na última jornada, na qual os flavienses visitam os vila-condenses, uma vitória assegura sempre a subida à equipa de Chaves, ou um empate, em caso de derrota do Casa Pia na visita ao Leixões.

Já o Estrela da Amadora, com o ponto conquistado fez 37 pontos e assegurou já a permanência no segundo escalão.

No encontro em Chaves, a formação lisboeta assumiu uma postura muito reservada, com uma linha de cinco defesas e quatro médios, o que permitiu total iniciativa à equipa da casa.

Os flavienses começaram cedo a desbloquear o jogo, logo aos dez minutos num cruzamento de Bruno Langa que chegou a Batxi, com o angolano a disparar para o 1-0.

Sem baixar a intensidade, aos 23 minutos, Guima construiu uma boa jogada e serviu João Mendes, que disparou forte de fora da área para um bom golo.

O Estrela da Amadora conseguiu reentrar no desafio nos últimos 15 minutos da primeira parte, primeiro após grande penalidade cometida por Luís Rocha sobre Madson, que Chapi converteu.

Os visitantes ganharam confiança e continuaram melhor na segunda parte, acabando mesmo por chegar ao golo do empate. Primeiro, aos 46, Salomão ia marcando num excelente remate acrobático ao lado, mas aos 62 não desperdiçou, na sequência de uma bola parada.

O empate obrigou os transmontanos a arriscarem, com Vítor Campelos a lançar dois avançados em jogo, que passou a ter muitas pausas e menos futebol.

Na reta final, os estrelistas tiveram uma grande oportunidade aos 83 minutos, com Traoré a obrigar Paulo Vítor a uma excelente defesa, enquanto aos 90+5 João Correia conquistou uma grande penalidade, mas Batxi rematou por cima e o empate manteve-se.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.