"Obrigado, Nação". É assim que começa a mensagem de despedida de Jorge Jesus para o Flamengo, clube que orientou durante pouco mais de um ano e do qual hoje se despede para regressar ao SL Benfica.

O treinador português sublinha que "foram 13 meses de uma união perfeita tempo em que fui muito feliz, me senti em casa, tivemos conquistas inesquecíveis", antes de passar ao assunto que marcou o dia. "Hoje reunimo-nos com a diretoria do Flamengo e decidimos que era o momento de encerrar nossa relação, sem mágoas, ressentimentos. Um rompimento que não deixará cicatrizes, somente lembranças de vitórias e títulos, de emoções que carregarei para toda vida", refere a mensagem de JJ.

Jorge Jesus diz que "chegou a hora de voltar a Portugal".

O técnico regressa ao Benfica depois de rescindir contrato com o Flamengo, clube brasileiro ao serviço do qual conquistou seis troféus, incluindo a Copa Libertadores e o campeonato brasileiro.

Jorge Jesus, que completa 66 anos dentro de uma semana, foi técnico principal do Benfica entre 2009/10 e 2014/15, período em que conquistou 10 títulos, nomeadamente três campeonatos, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e cinco edições da Taça da Liga.

Jesus começou a carreira no Amora, em 1989/90, e, depois, passou por Felgueiras, União da Madeira, Estrela da Amadora, Vitória de Setúbal, Vitória de Guimarães, Moreirense, União de Leiria, Belenenses e Sporting de Braga, antes de chegar à Luz.

Depois de se tornar o mais titulado treinador dos ‘encarnados’, que também levou a duas finais da Liga Europa, perdidas para Chelsea (2012/13) e Sevilha (2013/14), rumou ao Sporting, tendo passado ainda pelo Al-Hilal antes de chegar ao Flamengo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.