Na sua primeira prova em linha depois de ter sido obrigado a desistir da Volta a Itália devido a um positivo ao coronavírus, João Almeida conquistou o seu primeiro título nacional de fundo, depois de se ter sagrado campeão de contrarrelógio em 2021.

Almeida cortou isolado a meta em Mogadouro, cumprindo os 167,5 quilómetros do percurso em 4:08.42 horas, menos 52 segundos do que Tiago Antunes (Efapel), segundo, Fábio Costa (Glassdrive-Q8-Anicolor), terceiro, e Rui Oliveira (UAE-Emirates), quarto.

O anterior campeão nacional, José Neves (W52-FC Porto), não concluiu a prova, tal como Rafael Reis (Glassdrive-Q8-Anicolor), que tinha conquistado o título de contrarrelógio na sexta-feira.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.