O número um português e 80.º do mundo precisou de uma hora e 55 minutos para afastar Donaldson, 49.º, por 1-6, 6-3, 6-4, apurando-se pela primeira vez para os oitavos de final em Miami.

O vimaranense entrou muito mal no encontro e perdeu claramente o primeiro ‘set’, por 6-1, mostrando muitas vezes o seu descontentamento com a exibição que estava a realizar.

Contudo, João Sousa, que vinha de um excelente triunfo sobre o belga David Goffin, nono do mundo, reencontrou-se no segundo parcial, no qual quebrou por duas vezes o serviço ao norte-americano.

No ‘set’ decisivo, muito equilibrado, em que até ao 10.º jogo nenhum jogador dispôs de oportunidades para quebrar o serviço ao adversário, o português acabou por fechar o encontro ao quarto ponto de encontro de que dispôs.

Com este triunfo, João Sousa qualificou-se pela segunda vez para os oitavos de final de um torneio da categoria Masters 1000, depois de em 2016 ter atingido os ‘quartos’ em Madrid.

Na próxima ronda, o português vai defrontar o sul-coreano Hyeon Chung, 19.º cabeça de série, que hoje afastou o norte-americano Michael Mmoh, por 6-1, 6-1, em 63 minutos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.