“Para o Mundial de clubes [esta derrota] não vai abalar nada, zero. Neste jogo, os jogadores já estavam a pensar na meia-final e não podemos deixar de dar mérito ao Santos", explicou o técnico, depois da primeira derrota em quatro meses, no jogo da 38.ª e última jornada do campeonato brasileiro.

Para Jorge Jesus, o ‘Fla’ “já não tinha nada a ganhar” no encontro e acabou por “ter dificuldades” frente a um adversário “competitivo”.

Sobre uma eventual saída após o Mundial de clubes, em que o Flamengo vai participar graças à conquista da Taça Libertadores, também sob o comando de Jorge Jesus, o antigo técnico de Benfica e Sporting preferiu dizer que só pensa na prova que se vai realizar no Qatar.

“Tudo o que acontecer no Mundial não vai influenciar na minha decisão. Tenho contrato com o Flamengo, gosto do Flamengo e, portanto, temos que nos focar no Mundial”, reafirmou.

Os cariocas estreiam-se na prova em 17 de dezembro, diante do vencedor do confronto entre Al-Hilal e o Espérance Tunis.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.