“O Sporting está a jogar muito bem e demonstrou-o no Estádio da Luz. Nos jogos é preciso ter a ‘estrelinha’ e o Sporting não a teve. Tem tido uma prestação muito positiva e forte. Vêm de duas derrotas, mas o futebol que apresentou é muito forte. Espero um Sporting muito forte no Bonfim, não espero nenhuma facilidade”, disse José Couceiro na conferência de imprensa de antevisão ao jogo no Bonfim.

Apesar de o conjunto ‘leonino’ seguir na terceira posição do campeonato, a cinco pontos do Benfica, o timoneiro dos sadinos considera que vai defrontar a equipa que melhor futebol pratica em Portugal.

“Vamos jogar com um adversário muito poderoso que é, muito provavelmente, a equipa que neste momento melhor joga em Portugal, apesar de não ir em primeiro lugar”, afirmou.

O poderio do oponente não retira a ambição ao Vitória de Setúbal de afastar os sportinguistas de uma prova já venceram por três ocasiões.

“Há muitos fatores que influenciam o jogo. Este é um jogo a eliminar, portanto, é uma final. Vamos ter a postura que temos tido”, prometeu o técnico, que tem o defesa Gorupec (lesionado) como único indisponível.

Questionado sobre a utilização de André Geraldes e Ryan Gauld, atletas cedidos pelo Sporting aos sadinos, José Couceiro admite que ambos defrontem a clube de origem.

“Os regulamentos permitem que possam jogar. O Ryan e o André são jogadores do Vitória que estão emprestados pelo Sporting”, sublinhou.

Vitória de Setúbal, 10.º classificado da I Liga, com 16 pontos, e Sporting, 3.º, com 27, defrontam-se às 21:00 de quarta-feira, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, partida que será arbitrada por Nuno Almeida, da Associação de Futebol do Algarve.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.