O avançado argentino Higuain abriu caminho à Juventus, adversária do FC Porto na Liga dos Campeões, para o triunfo frente ao 16.º classificado, logo aos nove minutos, e o médio Khedira aumentou aos 25, tendo depois a equipa de Turim controlado as operações até ao fim.

Com menos um jogo disputado, a ‘Juve’ aumentou de um para quatro pontos a vantagem sobre a Roma, que esteve por duas vezes em vantagem frente à Sampdoria, graças aos golos de Bruno Peres (cinco minutos) e Dzeko (66), mas os anfitriões responderam por Praet (20) e Schick (71), antes de Muriel (73) fixar o 3-2 final.

O Nápoles pode aproveitar para apanhar os romanos no segundo lugar, caso se imponha na receção de hoje ao Palermo, antepenúltimo classificado, o que lhe permitirá também aumentar a distância para o Inter de Milão e Lazio de Roma, quarto e quinto posicionados, respetivamente.

O AC Milan também se adiantou no marcador no estádio da Udinese, por intermédio de Bonaventura, aos oito minutos, mas consentiu a reação da equipa anfitriã, que virou o resultado a seu favor graças aos remates certeiros de Théreau, aos 31, e De Paul, aos 73.

A Fiorentina, treinada pelo português Paulo Sousa, chegou a dispor de uma vantagem ainda maior (2-0 no início da segunda parte), mas também foi incapaz de a segurar, permitindo que o Génova fixasse o 3-3 final, muito por força do ‘bis’ de Simeone e das duas assistências do ex-benfiquista Taarabt.

A Atalanta, sexta colocada, não foi além da igualdade 1-1 no recinto do Torino, enquanto o Crotone, antepenúltimo da tabela, obteve o resultado mais desnivelado da ronda, ao ‘despachar’ o Empoli por 4-1.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.