Kubica, de 32 anos, viu a carreira interrompida em consequência de um acidente sofrido a 06 de fevereiro de 2011, durante um rali realizado em Itália, que lhe provocou lesões graves e permanentes no braço direito.

“Há dois meses testei o carro de 2012 e, de alguma forma, estava à espera desta oportunidade. Reaparecer no ‘paddock’ como piloto após seis anos de ausência significa muito para mim”, disse Kubica, em declarações publicadas no Twitter oficial do Mundial de F1.

A Renault indicou que a participação de Kubica nos testes realizados na Hungria vai permitir aos seus responsáveis avaliar melhor se o piloto polaco tem condições para poder integrar a escuderia no próximo ano.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.