“A Lazio distancia-se claramente de comportamentos e atitudes que em nada correspondem aos valores do desporto, que este clube promove e apoia há 119 anos”, refere a nota do clube romano na sua página oficial.

Na meia-final, em que a Lazio venceu fora o AC Milan, por 1-0, verificaram-se também ofensas racistas dirigidas a Tiemoue Bakayoko e Franck Kessie, jogadores da equipa de Milão, e foram feitos avisos nos altifalantes, sob ameaça de o jogo ser suspenso.

Antes do jogo, cerca de 50 adeptos da Lazio colocaram na Praça de Loreto, local onde o corpo do ditador foi exposto em 29 de abril de 1945 após a sua morte, uma tarja em que se podia ler ‘Honra a Mussolini’.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.