O avançado do Benfica fez a sua estreia absoluta, e como titular, na última quarta-feira, perante a Suíça (3-1), mas desta vez foi relegando para o banco, aparecendo no seu lugar o jogador do Valência, que vai fazer companhia na frente a Cristiano Ronaldo.

Fernando Santos optou ainda por tirar Rúben Neves, que esteve na origem do segundo golo de Portugal perante os helvéticos, e colocou no seu lugar Danilo, que tinha estado ausente do jogo das meias-finais por castigo.

Por seu lado, e como era esperado, José Fonte foi o escolhido para render o lesionado Pepe e vai fazer dupla no centro da defesa com Rúben Dias.

Pela 81.ª vez, Rui Patrício vai defender a baliza da seleção nacional, isolando-se como o guarda-redes mais internacional de sempre pelo seu país, e à sua frente vai ter um quarteto composto por Nelson Semedo à direita, Raphäel Guerreiro à esquerda, com Fonte e Dias no centro.

No meio campo vão estar William Carvalho e Danilo, mais recuados, com Bruno Fernandes e Bernardo Silva mais à frente, no apoio a Gonçalo Guedes e Ronaldo.

Por seu lado, a Holanda vai repetir a equipa inicial que apresentou nas ‘meias' frente a Inglaterra (3-1 após prolongamento), com um ataque bastante móvel, composto por Depay, Babel e Bergwijn.

Destaque ainda para o central Van Dijk e o médio Wijnaldum, que recentemente venceram a Liga dos Campeões com o Liverpool.

O Portugal-Holanda está agendado para as 19:45 e vai ter arbitragem do espanhol Undiano Mallenco.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.