Depois de uma igualdade 1-1 no tempo regulamentar e 2-2 no final do prolongamento, a eliminatória teve de ser decidida nas grandes penalidades e só ao 24.º pontapé, quando Aderlan Santos permitiu a defesa a Donnarumma, é que ficou decidida a favor dos italianos (9-8).

A equipa transalpina adiantou-se no marcador através de Saelemaekers, aos 51 minutos, mas os vila-condenses reagiram e igualaram por Francisco Geraldes, aos 72 minutos, tendo Gelson Dala, logo no primeiro minuto do prolongamento (90+1), adiantado a equipa portuguesa, para Çalhanoglu, na conversão de uma grande penalidade, repor a igualdade, aos 120+2.

Nas grandes penalidades, e debaixo de uma grande intempérie, a equipa italiana acabou por se superiorizar (9-8), impedindo assim os vila-condenses de se juntarem a Sporting de Braga e Benfica no sorteio de sexta-feira para a fase de grupos da prova, que vai decorrer em Nyon, Suíça, às 13:00 locais (12:00 em Lisboa).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.