Como jogador, Manuel de Oliveira vestiu as camisolas de Barreirense, CUF e Sporting, tendo conquistado o título de campeão nacional em 1952/53, iniciando a carreira de treinador em 1962, na CUF, atual Fabril, que, em sua homenagem, já colocou a bandeira a meia haste.

Além da CUF, Manuel de Oliveira treinou ainda Leixões, Belenenses, Sanjoanense, Barreirense, Farense, Benfica de Nova Lisboa (atual Huambo, em Angola), Olhanense, Beira-Mar, Marítimo, Portimonense, União de Leiria, Vitória de Setúbal, Louletano, Fafe, Varzim, Nacional, Sintrense, Montijo, Desportivo de Beja, Lusitanos Saint Maur (França), Gondomar e Imortal, além da seleção da Guiné-Bissau.

Considerado o ‘mestre da tática’, Manuel de Oliveira destacou-se com os terceiros lugares no campeonato de 1964/65, qualificando pela primeira vez a CUF para a Taça dos Clubes de Cidades com Feiras, antecessora da Taça UEFA, e de 1969/70, pelo Barreirense, mas também com a salvação de várias equipas da descida de divisão.

Presidiu ao Sindicato de Treinadores de Futebol e foi fundador da Associação Nacional de Treinadores de Futebol, tendo sido igualmente comentador desportivo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.