Miguel Oliveira, que partiu do 18.º lugar da grelha de partida, foi forçado a realizar uma corrida em recuperação, conseguindo subir até ao sétimo posto - a oito voltas do final -, que manteve até à chegada.

Este foi o pior resultado do português esta época, num momento em que segue em segundo lugar no Mundial da categoria, agora com um atraso de 19 pontos para o italiano Francesco Bagnaia (Kalex), que foi segundo classificado em Aragão, atrás do sul-africano Brad Binder (KTM).

A cinco corridas do final da época, Bagnaia lidera o campeonato com 234 pontos, seguido de Miguel Oliveira, com 215.

O Mundial prossegue em 07 de outubro, com o Grande Prémio da Tailândia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.