“A qualificação para a Liga dos Campeões fará uma grande diferença económica. É fácil de entender e de aceitar”, disse o técnico dos ‘Spurs’, em conferência de imprensa.

Com 31 jornadas disputadas na ‘Premier League’, o clube londrino, no qual alinha o médio Gedson Fernandes, ocupa o sétimo posto, com 45 pontos, os mesmo do Burnley, mas está a nove do Chelsea, quarto classificado, o último que dá acesso direto à ‘Champions’. Pelo meio, em quinto e sexto, está o Manchester United e o Wolverhampton, respetivamente, ambos com 52.

Contudo, Mourinho não se mostra preocupado e diz mesmo que a equipa “não precisa de muitos jogadores”.

“O bom é que não precisamos de muito. Não precisamos de muitos jogadores, nem precisamos investir muito. É o nosso perfil como equipa, com ou sem Covid-19, com ou sem a Liga dos Campeões. É assim que nos organizamos”, acrescentou.

Na quinta-feira, o Tottenham, sétimo, com 45, desloca-se ao reduto do Shelffield United, nono, com 44, em jogo da 32.ª ronda do campeonato.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.